Apresentação

Em 1992 foi criado o Tribunal Arbitral de Coimbra, estrutura composta por um serviço de mediação e conciliação e um tribunal arbitral presidido por árbitro, magistrado judicial, nomeado pelo Conselho Superior da Magistratura.

Em 1995 é criada uma associação privada, sem fins lucrativos, posteriormente declarada de interesse público para manter em funcionamento o Centro de Arbitragem/ Tribunal Arbitral e que conta, atualmente, nos seus associados com:
Municípios de Arganil, Cantanhede, Coimbra, Condeixa-a-Nova, Figueira da Foz, Lousã, Mira, Miranda do Corvo, Montemor-o-Velho, Penacova, Penela, Soure e Vila Nova de Poiares.


Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO)
Associação Portuguesa de Direito do Consumo (APDC)
Associação de Consumidores de Portugal (ACOP)
União Geral dos Consumidores (UGC)
União dos Sindicatos de Coimbra – CGTP-IN
Conselho Distrital de Coimbra da Ordem dos Advogados